terça-feira, 31 de março de 2015

Cineamando #01 - Cinderela

Ano: 2015
Gênero: Drama, Fantasia, Romance
Diretor: Kenneth Branagh
Nacionalidade: EUA
Nota: 4/5
Música: Lavender's Blue

Sinopse: Após a trágica e inesperada morte do seu pai, Ella (Lily James) fica à mercê da sua terrível madrasta, Lady Tremaine (Cate Blanchett), e suas filhas Anastasia e Drisella. A jovem ganha o apelido de Cinderela e é obrigada a trabalhar como empregada na sua própria casa, mas continua otimista com a vida. Passeando na floresta, ela se encanta por um corajoso estranho (Richard Madden), sem desconfiar que ele é o príncipe do castelo. Cinderela recebe um convite para o grande baile e acredita que pode voltar a encontrar sua alma gêmea, mas seus planos vão por água abaixo quando a madrasta má rasga seu vestido. Agora, será preciso uma fada madrinha (Helena Bonham Carter) para mudar o seu destino...
E aí? Bora cinemar?

     Desde que assisti o trailer não via a hora da estreia. Parecia uma conspiração, pois toda vez que eu ia ao cinema sempre passava o trailer. Perdi as contas de quantas vezes assisti e toda vez eu ficava encantado e emocionado além de ansioso para assisti-lo.
     Vocês perceberam que eu não coloquei a sinopse, pois vocês já devem conhecer a história da menina dos sapatinhos de cristais, a gata borralheira (Se vocês assistirem saberão porque ela é borralheira), tem a madrasta má (Acho que foi dai que surgiu a fama da madrasta), um príncipe, a fada madrinha e tal. Essa é a história de Ella (Na verdade eu nem sabia que esse era o seu nome - bom seu verdadeiro nome).  
     Como já relatei, estava ansioso para assistir esse filme e posso dizer que não me decepcionei, o filme todo é encantado era só colocar aquela música de fundo e você se sentia no mundo da Disney em que o final feliz não é uma possibilidade e sim uma certeza.
   O diretor já começou acertando na escolha dos atores principalmente da Madrasta (Ela dava MEDO, cada olhar fulminante), além de ter como fada madrinha Helena Bonham, uma das minha atrizes favoritas (Achei bem legal, pois eu sempre à via em papeis mais dark).
     Alguns dirão que não teve nenhuma novidade, mas é claro que não teve, o filme não era para ser inovador, e sim  uma refilmagem do Cinderela em desenho animado, tinha até o Tátá (o ratinho). Assisti incontáveis adaptações: "Para sempre Cinderela", "A Nova Cinderela", "Outro conto da nova Cinderela" e todos retratam uma menina esfarrapada que em contra o seu príncipe e não podia ser diferente; mantém a visão romântica do mundo.
     Esse com certeza foi o melhor filme - dessa princesa - de todos os tempos, os efeitos fantásticos, comovente, e em questão de figurino fico sem palavras, penso que qualquer menina gostaria de, nos seus quinze anos, vestir aquele vestido azul.
     Agora, porquê dei apenas nota 4? Por que achei que o final deveria ter sido mais elaborado. Gostaria muito de ver Cinderela 2 em mesmo estilo - live action.

"-Ella: Está pronto?
-Príncipe: Estou pronto para tudo com tanto que seja com você."