sábado, 26 de março de 2016

Cinemando #12 - Esperar Para Sempre


Ano: 2010
Gênero: Romance, Drama
Diretor: James Keach
Nacionalidade: EUA
Nota: 3/5
Música: A Thousand Years - Christina Perri

Sinopse: Emma e Will perderam o contato que tinham na infância, quando mantinham uma bela amizade. Ela seguiu em frente. Ele jamais a esqueceu. Quando Emma voltou á sua cidade natal, Will vai fazer de tudo para não deixar seu grande amor escapar mais uma vez.


E aí, bora cinemar?

O personagem de Tom Sturridge, Will, um cara que desde da morte dos seus pais se prendeu a ingenuidade e no amor pela sua melhor amiga (simples, não?), ele é a caracterização de tudo que deveríamos ser: ingênuo, artista que procura encantar a todos ao mesmo tempo não liga para o dinheiro e as preocupações fúteis além de não se importar com o que pensam sobre ele e, claro, acreditar que o amor pode mudar tudo e a todos, o elixir da vida eterna.


Enquanto Emma, interpretada por Rachel Bilson, é a garota adorável que faz péssimas escolhas, principalmente na vida amorosa e que está sofrendo com o câncer de seu pai.


A paixão que Will sentia por Emma só aumenta e com isso passou a persegui-la não como um psicopata, mas como um apaixonado, percebemos ai uns resquícios de loucura.


De início esperava por um filme açucarado, pois estava procurando por algo do gênero, mas ele é puxado mais para o lado do drama, centrado na relação entre irmãos, entre amigos e pai e filha, pois o amor poético só vemos do protagonista e o romance deixou a desejar. Esse foi o motivo que me fez não gostar tanto do filme porque queria um romance.

Nunca pensei em ficar tão indeciso m relação a um filme. Assim como todos tem seus altos e baixos me apeguei mais aos seus voos altos do que as cenas mais "pobres". "Esperar para sempre" não foi um dos melhores do gênero que já assisti,mas por ter me identificado com o Will, ele me fascinou. O filme é inofensivo.


"Porquê um passo contrário a você parece um passo na direção errada?"

TraiLer: